Adeus, mundo

Sei que geralmente se começa um blog dando oi. Mas não é bem por aí que as coisa anda e é bem por isso que tô aqui escrevendo aqui. Digo, não que eu esteja pensando em acabar com a minha vida (essas coisas cafonas de quem não sabe o valor dessa vida cheia de vitrines e restaurantes para serem explorados), mas é que ter que liquidar uma dívida – e uns quilos amais – que já passaram dos dígitos bacanas há algum tempo, assim, ao mesmo tempo, é quase acabar com a vida. Já comecei a me organizar, já sim, eu juro. Juro mesmo. Escrever nesse blog inclusive faz parte da organização. Mas é que não sei quanto tempo levarei essa vida mais ou menos e é isso que desespera.

Bom, pelo menos tem um MAIS na expressão mais ou menos, porque de menos meu extrato bancário já tá POR AQUI.

Um abraço,

Alice Desespero*

*Este não é meu nome real. Meu nome real é muito mais glamouroso e cheio de qualhé que é. É que as coisas já estão zoadas o suficiente sem eu ter que deixar todo mundo sabendo que as coisas por aqui estão neste ponto. Logo eu. Logo eu!

Susan Strasberg in Seth Holt's SCREAM OF FEAR (1961). Courtesy P

 

Anúncios

One thought on “Adeus, mundo

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

Site no WordPress.com.

%d bloggers like this: